Home / Curiosidades / 7 Curiosidades Sobre a Zebra

7 Curiosidades Sobre a Zebra

Na natureza, são encontradas apenas na África. No Brasil, pode ser admirada em alguns zoológicos. Mas mesmo assim, a zebra é um mamífero muito famoso pelas suas listras, servindo de inspiração em diversos segmentos, principalmente no mundo da moda. Mas você sabe algo sobre esse animal? Pensando nisso, separamos 7 curiosidades acerca da zebra.

Curiosidades Sobre a Zebra
Curiosidades Sobre a Zebra

1 – Da mesma família do cavalo e burro, existem apenas três espécies de zebra

O gênero Equus, o qual a zebra pertence, é o resultado do processo evolutivo dentro da família equídea. Esse processo iniciou-se com o aparecimento do Hyracotherium até chegar aos equinos modernos.

Sendo o único sobrevivente da família equídea, o gênero Equus conta com apenas seis espécies não extintas: o cavalo, burro, onagro e três espécies de zebra.

– Zebras de Burchell: (Equus burchelli): É a tradicional zebra africana, com largas listras verticais e horizontais. Sua espécie é a mais populosa entre as zebras.

– Zebras da Montanha (Equus Zebra) : É a zebra sul-africana, caracterizada pela quadrada porção de pele na garganta. É a mais incomum das espécies e a que possui o menor porte.

– Zebras de Grevy (Equus greyvi) : É a zebra de maior porte, chegando a pesar 450kg. Possui barriga branca, listras estreitas e próximas umas das outras. Ganhou o apelido de zebra imperial na década de 1880, quando o Imperador de Abissínia (atual Etiópia) homenageou Jules Grévy, o então presidente da República Francesa, presenteando-o com uma zebra dessa espécie.

2 – Não há consenso sobre a cor da zebra

A clássica pergunta: “A zebra é branca com listras pretas, ou preta com listras brancas?”, ainda continua sem resposta. A verdade é que, até o momento, não existe uma resposta concreta sobre isso. No meio científico, a ideia mais aceita é que a zebra é preta com listas brancas, fundamentada em dois argumentos: evolutivo e geográfico.

O argumento evolutivo é baseado na extinta zebra quaga (Equus quagga quagga). Com aparência de híbrido de um cavalo com zebra, a quaga possuía listras apenas na cabeça e pescoço, mantendo todo o restante da pelagem contínua e escura. O último exemplar da quaga morreu no Jardim Zoológico de Amsterdã, no ano de 1883.

Cor da Zebra
Cor da Zebra

De acordo com o argumento geográfico, é mais lógico pensar que, sendo a zebra nativa da África, seus ancestrais teriam uma pigmentação escura, a fim de ajudar na proteção contra a significativa incidência dos raios solares. Ou seja, de acordo com esse argumento, a zebra possui o pelo preto e as listras brancas aparecem onde não existe pigmentação. Essa explicação é reforçada pela coloração de pele escura sob o pelo da zebra.

Na internet, é possível encontrar artigos que afirmam, sem sombra de dúvidas, que a zebra é branca, o que, conforme explicado, não é verdade. Uma das ‘provas’ apresentadas para fortalecer a afirmação é que, muitas zebras nascem brancas e apenas com o tempo aparecem listras negras.

Nenhuma espécie de zebra nasce totalmente branca. Possivelmente essa afirmação começou após um filhote, totalmente branco, ter sido descoberto no Quênia, em 2004. Apesar da existência desse filhote ser real, seu caso é uma anomalia única. Os fatores que influenciaram essa anomalia ainda não são claros para os especialistas.

3 – As listras da zebra são uma proteção contra parasitas

Somente em 2014, após séculos de pesquisa, os cientistas chegaram à conclusão que as listras da zebra são uma forma de proteção contra os insetos. O resultado na íntegra pode ser verificado na pesquisa The function of zebra stripes, publicada pelo periódico Nature Communications.

Segundo a pesquisa, após a análise do habitat de diversas espécies de zebra, verificou-se que a presença de listras é mais forte em regiões onde o número de insetos é maior, o que leva concluir que essa é a real razão. A zebra, diferente dos outros animais da mesma região, possui pelo mais curto do que a estrutura na boca dos insetos, o que facilita que o sangue seja sugado no momento da picada. A razão dos insetos da região não gostarem de listras, já é assunto para outra pesquisa.

Antes desse estudo, várias teorias foram levantadas. Uns acreditavam que era para reconhecimento entre si, outros para regular a temperatura do corpo. Até hoje, a explicação mais difundida é que as listras servem de camuflagem, criando uma ilusão de ótica no momento que a zebra corre, confundindo assim seu predador.

4 – A listra da zebra é como uma impressão digital

Cada zebra possui listras únicas e originais, assim como uma impressão digital. De um animal para o outro, existe variação na quantidade, espessura e desenho das listras. Alguns cientistas, como mencionado acima, acreditam que as zebras são capazes de reconhecer cada indivíduo da manada justamente pela peculiaridade de suas listras.

Listras da Zebra
Listras da Zebra

5 – O zebralo é o híbrido da zebra com uma égua

Fruto do cruzamento da égua com uma zebra macho, o zebralo, também conhecido com zégua, é um híbrido surpreendentemente forte. O cruzamento pode ser tanto natural como manipulado, apesar que encontrá-lo na natureza é extremamente raro.

A aparência do zebralo é mais similar com a do cavalo, diferenciando-se pelas listras, que podem aparecer em todo o corpo ou apenas em áreas como a cabeça.

Apesar de raros, existem híbridos de zebra com asno, conhecidos como zebrasnos.

6 – O coice de uma zebra pode matar um leão

Apesar de ser um dos animais mais velozes do mundo, a zebra ainda perde a corrida para seu predador: o leão. Quando atacada, a zebra dispara coices extremamente fortes, capazes de quebrar as mandíbulas de seus predadores e, em alguns casos, levá-los a morte.

7 – “Deu Zebra”, Somente no Brasil a zebra é sinal de má sorte

A expressão “deu zebra”, é popularmente utilizada no Brasil para representar má sorte, ou seja, quando algo sai errado ou um resultado é totalmente inesperado. Essa expressão surgiu no jogo do bicho, do qual a zebra não faz parte. Logo, dar zebra é algo totalmente impossível de acontecer. Com o passar do tempo, a expressão ganhou popularidade, principalmente no futebol, sendo utilizado atualmente para as mais diversas situações.

Talvez por não ser encontrada na natureza brasileira, existe muita informação contraditória sobre a zebra. Caso seu intuito vá além de uma simples curiosidade, aconselhamos que você seja criterioso na escolha de suas fontes. E não se esqueça de compartilhar suas informações conosco deixando um comentário.

deu-zebra

Tempo de Vida da Zebra

Uma zebra africana tradicional com a saúde perfeita, pode viver em média, de 25 a 30 anos, chegando a pesar até 200 kgs.

Nome Científico da Zebra e suas Raças

Os nomes científicos das raças de zebra, são:

Zebras de Burchell: Equus burchelli

Zebras da Montanha: Equus Zebra

Zebras de Grevy: Equus greyvi

Infográfico Curiosidades da Zebra

Curiosidades da Zebra
Curiosidades da Zebra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *