Home / Curiosidades / Cobra Naja: o Veneno Mata?

Cobra Naja: o Veneno Mata?

Cobra Naja: Descrição física

Os traços característicos mais conhecidos da cobra indiana são a larga faixa preta na parte de baixo do pescoço, e o desenho da marca do capô, que mostra meias argolas em ambos os lados do capô. É uma cobra de escamas suaves com olhos negros, pescoço e cabeça largos e um corpo de tamanho médio. Sua coloração varia de preto, marrom escuro e branco-creme. O corpo é geralmente coberto com um padrão branco ou amarelo de óculos, que às vezes forma faixas irregulares. A cobra indiana pode crescer de 1,8 a 2,2 m.

Cobra Naja
Cobra Naja

Cobra Naja: Classificação científica

  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Reptilia
  • Ordem: Squamata
  • Subordem: Serpentes
  • Família: Elapidae
  • Gênero: Naja

Cobra Naja: Espécies

Até recentemente o gênero Naja tinha de 20 a 22 espécies, mas as pesquisas não são muito certas acerca deste assunto, uma vez que novas revisões no grupo taxonômico foram feitas e inclusive em 2009, os gêneros Boulengerina e Paranaja foram inclusas e já totalizam 38 espécies nesta revisão.

Cobra Naja: Alcance geográfico e Habitat

Paquistão, Índia (na maior parte do país), Sri Lanka, Bangladesh, Nepal, Butão, possivelmente o Afeganistão. O habitat das najas ocorre em florestas selvagens e em áreas cultivadas.

Cobra Naja: Hábitos alimentares

A cobra naja se alimenta de roedores, lagartos e sapos. Ela morde rapidamente e depois espera enquanto seu veneno danifica o sistema nervoso da presa, paralisando e matando-a com frequência. Como todas as cobras, a naja engole toda a sua presa. Esta espécie às vezes entra em edifícios em busca de presas de roedores.

Cobra Naja: Veneno

As espécies deste gênero tem uma mordida mortífera a um ser humano se não tratada com a devida urgência. As toxinas presentes em seu veneno são extremamente letais, que atacam o sistema nervoso, tendo como resultado a paralisia e em alguns casos inchaço e até necrose.

Espécies do gênero Naja são dotadas de mecanismo de liberação de veneno de forma especializada, onde suas presas frontais possuem um orifício que expelem o veneno como um tipo de esguicho. Esse ato é tão somente uma forma de defesa destas cobras, cujo “cuspe” tem alcances diferentes dependendo da espécie de Naja.

O resultado deste esguicho de veneno sobre a pele humana pode causar irritação grave e, se porventura atingir os olhos da vítima, pode ter consequências como uma forte queimação e até mesmo cegueira em certos casos, que pode ser temporária ou definitiva. Por isso o tratamento de emergência é muito importante nestes casos.

Cobra Naja Cuspideira Veneno
Cobra Naja Cuspideira Veneno

O ranking abaixo mostra os tipos mais peçonhentos de Naja e considera quantos mg/ Kg foram expelidos baseados em relatos de acidentes envolvendo estas espécies de Naja e seres humanos. A quantidade abaixo parece demonstrar que quanto mais veneno expelido, maiores serão as reações, no entanto, é justamente o contrário. Isso demonstra que pequenas quantidades de veneno são muito mais letais e causam muito mais danos em seres humanos.

Posição Espécies LD50 SC
1 N. oxiana 0.10 mg/kg
2 N. philippinensis 0.14 mg/kg
3 N. samarensis 0.21 mg/kg
4 N. melanoleuca 0.225 mg/kg
5 N. siamensis 0.25 mg/kg
6 N. atra 0.28 mg/kg
7 N. naja 0.29 mg/kg
8 N. nivea 0.37 mg/kg
9 N. kaouthia 0.47 mg/kg
10 N. sumatrana 0.60 mg/kg

O veneno da naja mata?

A morte foi relatada em apenas 30 minutos em casos de envenenamento por cobras oxiana e phillipinensis, que são as duas espécies com mais casos de relatos de picadas. O veneno puramente neurotóxico de N. philippinensis provoca neurotoxicidade proeminente com dano tecidual mínimo local e dor e os pacientes respondem muito bem à terapia com antiveneno se o tratamento for administrado rapidamente após o envenenamento.

O veneno da Naja oxiana também possui um nível de toxicidade proeminente com componentes que atacam as células e o sistema cardíaco de maneira muito ágil e poderosa. Como sintomas, podem ser notados desde bolhas a hematomas, dor intensa, inchaço grave e em caso mais graves a necrose tecidual. Sintomas mais raros como danos renais também foram notados como resultados secundários.

Cobra Naja: o Veneno Mata
Cobra Naja: o Veneno Mata

A taxa de mortalidade não tratada entre os envenenados por N. oxiana aproxima-se de 80%, a mais alta entre todas as espécies dentro do gênero Naja. Os soros antiofídicos não são tão eficazes para envenenamento por esta espécie, como é para outras cobras asiáticas dentro da mesma região, como a naja indiana (N. naja) e devido à toxicidade perigosa do veneno desta espécie, quantidades massivas de antiveneno são frequentemente necessárias para pacientes. Como resultado, um soro de antiveneno monovalente está sendo desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa de Vacinas e Soro Razi no Irã. A resposta ao tratamento com antiveneno é geralmente baixa entre os pacientes, portanto, ventilação mecânica e intubação endotraqueal são necessárias. Como resultado, a mortalidade entre aqueles tratados para envenenamento por N. oxiana ainda é relativamente alta (até 30%) em comparação com todas as outras espécies de cobra.

Em resumo, sim, uma picada de naja pode matar uma pessoa sem o devido tratamento médico. Pelas pesquisas apontadas, o veneno da naja pode matar em 30 minutos.

Se tratada, as chances de cura para picadas de najas são muito grandes. A exceção é apenas se a picada for de uma naja oxiana, onde a chance de vida é de 30%, pois seu veneno é extremamente letal.

O que fazer se for picado por uma cobra?

Estando no Brasil, as suas chances de ser picado por uma cobra naja são praticamente zero, visto que a distribuição geográfica da naja não passa por esses lados da América do Sul. Mas, vão abaixo algumas informações importantes caso seja picado por uma cobra:

  • Você precisa ficar o mais calmo possível e peça ajuda a outra pessoa;
  • Se você tem certeza de que a cobra se afastou depois de morder você e você não corre o risco de ser mordido novamente, permaneça onde está, em vez de caminhar para buscar ajuda. Se você está com outras pessoas, elas não devem movê-lo, mas começar a administrar os primeiros socorros onde você estiver.
  • Respire profundamente, para ajudar a se acalmar. Lembre-se de que as probabilidades estão a seu favor: é raro as pessoas morrerem depois de serem picadas por uma cobra, especialmente se seguirem os passos de primeiros socorros.
  • Não tente identificar, pegar, ferir ou matar a cobra – você provavelmente ficará em segundo lugar. No hospital, os funcionários tem acesso a uma série de testes que podem ajudá-los a determinar a provável cobra pela qual você foi mordido, permitindo que eles ofereçam o tratamento mais adequado.
  • Aplique uma bandagem de imobilização de pressão com um bandagem de 10 a 15 cm feitos de algum tecido elástico, ou pedaço de camisa (o que tiver à mão) e amarre no local do ferimento.
  • Lavar o local da picada de cobra pode remover o veneno que a equipe do hospital pode usar para identificar o tipo de cobra que mordeu você. Você também deve manter a roupa ao redor do local da mordida, porque movimentos adicionais podem fazer com que o veneno se mova mais rapidamente para a corrente sanguínea.
  • Não chupe nem corte a área da mordida, nem aplique um torniquete ao membro – isso pode ser perigoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *