Home / Curiosidades / Gato Ragdoll Preço

Gato Ragdoll Preço

O ragdoll é uma raça de gato desenvolvida em mil novecentos e cinquenta nos Estados Unidos da América através do cruzamento de duas raças de gatos populares na América, uma gata persa e um macho norueguês da floresta.

Atualmente é uma das raças mais escolhidas entre os americanos. Seu nome em inglês traduzido significa boneca de pano, referente ao seu corpo mole quando colocado no colo ou no chão e sua permissividade para que mexam no corpo dele sem que ele se incomode, característica bem peculiar e rara de se ter em um gato. Já pudemos perceber um pouco desta raça ainda pouco conhecida popularmente no Brasil, onde se encontram pelo preço de dois mil e quinhentos a quatro mil e quinhentos reais, mas já criada e disponível para a venda em todo o mundo.

Gato Ragdoll: Permissividade e Confiança

O ragdoll é tão calmo e tranquilo que chegam a se tornar totalmente confiantes e permissivos quanto as pessoas, tanto o tutor escolhido por ele, com quem se tornam muito apegados, leais e fiéis quanto com os outros moradores da casa e até desconhecidos.

Dentre as características está ser amigável e gostar de socializar, não só com pessoas, mas com outros animais também, como os mais comuns pets, gatos e cachorros.

Falando neles, os cães, a personalidade do ragdoll acaba os lembrando muito, como gostam de convívio no geral, gostam de brinquedos e brincadeiras e estas mesmas acabam envolvendo a típico jogo de jogar bolinha esperando com que o animal a traga de volta para ser jogada novamente, a raça de gato ragdoll certamente o fará. Por este motivo são tão fáceis para treinamentos como os cachorros novamente, mais uma característica rara de gatos. Claramente são inteligentes e espertos.

Este Gato Necessita de Cuidados Especiais?

São de porte médio, pesam de nove a doze quilos. Ao mesmo tempo que são dispostos para brincadeiras são caseiros e gostam de ficar quietinhos e sozinhos em seu canto, somado ao fato de terem certa propensão a gorduras, o indicado é que sejam estimulados pelos seus tutores a brincadeiras para evitar o excesso de peso que pode atrapalhar a sua qualidade de vida.

Diante de qualquer anormalidade ou dúvida, um veterinário especializado deve ser procurado, protegendo assim sua saúde e bem estar e consequentemente seu tempo de vida, que é o padrão da maioria dos gatos, de dez a doze anos, mas que quando vivendo de forma saudável, pode chegar aos vinte anos.

Ragdoll no Sofá
Ragdoll no Sofá

Por serem caseiros, raramente terão interesse em sair de casa e se o fizer, certamente não terão a habilidade de um gato que gosta de tal atividade. Por este motivo, é essencial que a casa em que habite seja totalmente protegida de possíveis fugas. Lembrando que o ideal para um gato é isto, pois sempre há quem esteja disposto a fazer maldades com animais, especialmente gatos, sem motivo passível de entendimento diante de quem ama tanto estes animais.

Dores de cabeça para evitar a fuga de um ragdoll certamente não acontecerão pela característica citada. Pelo mesmo motivo, é uma ótima opção de raça de gato para quem quer ter um como companheiro, mas mora em ambientes pequenos como apartamentos. Mas não tão indicados para quem não para muito em casa, pois sua personalidade requer atenção, tempo e companheirismo do tutor.

Se você é sozinho, mas mesmo assim a raça te interessou, uma opção é ter mais de um gato ou animal em casa, desta forma, sua solidão que seria prejudicial será diminuída.

Gato Ragdoll: Conhecendo Ainda Mais Essa Amigável Raça

Além do porte médio, sua pelagem lembra muito a da raça de gato siamês, apesar de não ter nenhuma ligação em seu desenvolvimento genético, é longo, macio, sedoso e brilhante, com as típicas pontas mais escuras nas extremidades da cauda, pernas, orelhas, face e focinho, ou seja, neste caso, com a classificação colorpoint, estas cores referentes as pontas geralmente são e podem ser marrom, creme, bege e cinza azulado.

Existem duas classificações de aparência diferentes com a mesma diversidade de pelagem, a mitted, com as patas traseiras e dianteiras brancas como se estivessem vestidos com meias e queixo branco, e a bicolor, com a mesma aparência, somada a peito e face em formato de triângulo brancos, no último caso, como se fossem triângulos perfeitamente desenhado em sua face.

Gato Ragdoll de Estimação
Gato Ragdoll de Estimação

Por terem os pelos considerados longos e em grande quantidade, é imprescindível ao menos quatro escovações semanais evitando bolas de pelos e nós que correm o risco de ser a engolidas em sua auto higiene, podendo chegar a causar asfixia e até problemas estomacais e digestivos.

Curiosamente estas mesmas cores escurecem com o passar do tempo e com o amadurecimento, que acontece completamente com cerca de quatro anos de vida, portanto é considerada uma raça de gato com o desenvolvimento lento. Seus olhos são -independente da variedade de aparência pela pelagem-, sempre azuis, muito claros, que com o contato com a luz se destacam mais, podendo variar somente no tom, que pode chegar em um azul aquoso.

Seus focinhos e almofadas das patas são rosados, o que os deixam com a aparência ainda mais fofa, seus focinhos são compridos, suas orelhas são médias, seu corpo e cauda são especialmente cheios de pelos, o pescoço chega a lembrar um cachecol natural, suas pernas são curtas e suas patas são redondas e gordinhas.

Algumas Problemas de Saúde Da Raça

A maioria dos gatos acabam adquirindo doenças comuns de suas raças devido a mutação genética, esta propensão é maior quando diz respeito a uma raça com muita intervenção humana. A raça de gato ragdoll é considerada saudável e não tem esta característica, mas como a maioria das raças, acabou desenvolvendo doenças mais comuns que são elas, problemáticas urinárias, distúrbio passado de geração em geração em que pedras nos rins são desenvolvidas, doença conhecida como renal policística, cardiomiopatia hipertrófica, doença congênita em que o coração aumenta e não funciona saudavelmente e por último e mais grave delas, a endogamia que acaba colocando em risco uma possível reprodução do animal, neste caso, o indicado é a castração antes do primeiro cio, que deveria ser feita a partir do sexto mês de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *