Home / Informações / A Origem do Coala

A Origem do Coala

Reino: Animalia

Filo: Chordata

Classe: Mammalia

Infraclasse: Marsupialia

Ordem: Diprotodontia

Família: Phascolarctidae

Gênero: Phascolarctos

Nome Científico: Phascolarctos cinereus

O coala é um simpático animal de origem australiana, mais especificamente no estado de Queensland. O seu nome “koala” deriva do dialeto aborígine e significa “não bebe”, o que está de acordo em relação aos hábitos alimentares deste animal, tendo em vista que quase todo o líquido que ele ingere provém das folhas de eucalipto que ele come.

Coala
Coala

Esse dócil animal vem correndo risco de extinção desde o momento em que a Inglaterra colonizou a Austrália. Naquela época, tinha-se o hábito de matar os coalas para a confecção de peças de vestuário por meio da pele desse mamífero. Antes da chegada do homem branco, no final do século XVII, o coala costumava ocupar um território três vezes maior do que ocupa atualmente.

Hoje, o maior fator que contribui para a possível extinção desse animal são as queimadas e a atividades de lenhadores. Sem árvores, o coala fica sem moradia e alimentação, sendo forçado a mudar-se para povoamentos ou cidades, onde geralmente morre atropelado ou caçado por predadores naturais.

O Phascolarctos cinereus assume status de Vulnerável na Lista Vermelha da União Internacional de Conservação da Natureza (UICN). Graças a pesquisas científicas que estudaram o comportamento dessa espécie, novas populações de coalas foram introduzidas e reintroduzidas em algumas ilhar próximas à costa australiana e também em regiões mais interioranas.

Características do Coala
Características do Coala

Que tal conhecer um pouco mais sobre o simpático coala? Vem com a gente!

Características

Como dito anteriormente, os coalas são animais típicos da Austrália. A pelagem desse mamífero varia dependendo da região em que habitam. No norte do país, o pelo do coala é mais curto e acinzentado. Já na região sul, a sua pelagem é mais longa e acastanhada.

Densa e sedosa, a pelagem do coala desempenha papel importante na regulação térmica e na proteção, já que o animal não constrói abrigos e dorme exposto ao sol e à chuva. A coloração mais escura dos pelos no dorso absorve o calor e torna-se mais escassa no verão e mais comprida durante o inverno.

Os coalas podem chegar a medir cerca de 60 centímetros e pesar algo em torno de 12kg. Esse animal tem a cabeça pequena, o focinho curto e os olhos bem separados. Seu nariz é grosso e achatado, dotado de grandes narinas em forma de V. As fossas nasais muito bem desenvolvidas auxiliam na manutenção do seu equilíbrio térmico.

Coala na Árvore
Coala na Árvore

As patas anteriores e posteriores possuem cinco dedos. O polegar posterior é muito pequeno e não tem garras. Já os outros dedos são bem fortes e terminam em garras alongadas. O coala possui polegar opositor apenas nas patas posteriores.

A ausência de cauda não impede o coala de escalar enormes árvores. A falta desse membro é compensada pelos dedos bastante largos e pelas garras bem.

Alimentação

Na Austrália, existem 600 espécies de eucaliptos. Estas árvores são fundamentais para a fauna do continente australiano e, sobretudo, para o coala, que se alimenta exclusivamente de folhas de eucalipto.

Eles não costumam beber água. A hidratação é feita por meio do suco oleoso das folhas de eucalipto.

Alimentação do Coala
Alimentação do Coala

A digestão da celulose, presente na sua dieta, ocorre no intestino grosso do animal através do processo de fermentação bacteriana. O ceco, situado no início do intestino grosso, pode atingir 2,5 metros de comprimento. Além disso, o coala possui uma glândula complexa na parede do estômago denominada cardiogástrica, que desempenha papel importante na digestão.

Por ter uma alimentação pobre em variedade, o animal dorme a maior parte do dia. Um adulto é capaz de dormir de 16 a 18 horas por dias, sendo as restantes dedicadas quase exclusivamente à alimentação.

Reprodução

O período de reprodução dos coalas dura cerca de quatro meses, de dezembro a março. A maturidade sexual é alcançada aos dois anos de idade entre as fêmeas e aos três anos entre os machos.

Os machos sexualmente maduros atraem as fêmeas de duas formas: deixando marcas odoríferas em todo o território e emitindo simultaneamente um som semelhante a um mugido.

Filhote de Coala
Filhote de Coala

Em geral, as fêmeas demonstram certa agressividade em relação aos machos, os quais repelem violentamente. O acasalamento, por fim, dura alguns segundos e dá-se em posição vertical em cima de um galho de eucalipto.

Após o término da cópula, os companheiros se separam. Assim como ocorre em grande parte das relações humanas, o macho não se responsabiliza pelo sustento do filhote e não acompanha o desenvolvimento da sua cria. Tal função fica destinada à fêmea, que tem apenas uma gestação por ano e, geralmente, só pare um filhote.

Em média, a gestação da fêmea dura de 33 a 36 dias. Os recém-nascidos chegam ao mundo com cerca de 0,5 grama e 22 milímetros de comprimento; corpo nu e cor-de-rosa; os olhos e os ouvidos fechados; boca, narinas e patas posteriores são apenas um esboço.

Reprodução do Coala
Reprodução do Coala

O filhote permanece agarrado na bolsa ventral da mãe para amamentar. Por volta dos cinco meses e meio, a cria começa a sair do seu confortável abrigo, mas sem se afastar muito da mãe.

Durante os primeiros meses de vida, a dieta do coala é especialmente curiosa. Ele ingere um tipo de papinha constituída de folhas de eucalipto pré-digeridas que sai do intestino da mãe.

Ao atingir seis meses, o coala está coberto de pelos e mede cerca de 20 centímetros, pesando entre 400 e 500 gramas. Com oito meses, o pequeno coala torna-se definitivamente independente, recorrendo à bolsa ventral da mãe quando precisa mamar. Durante as caminhadas noturnas, a mãe ainda o transporta sobre o dorso.

Os coalas vivem de 15 a 20 anos em habitat natural.

Fotos do Coala 

Quer saber mais sobre os coalas? Então não deixe de conferir o artigo que fizemos sobre as Curiosidades do Coala.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *