Home / Informações / Animais Que Começam Com a Letra X

Animais Que Começam Com a Letra X

Xexéu

O Xexéu é uma ave passeriforme presente em grande parte da América do Sul, do Panamá até Peru, Bolívia e região central do Brasil. Essa espécie habita bordas de matas, cerrados e florestas de galerias.

O Xexéu mede entre 23 e 28 centímetros de comprimento e pesa de 60 a 104 gramas. A plumagem do macho é essencialmente negra com manchas amarelas nas asas, no uropígio e na parte inferior da cauda. Já a fêmea e os juvenis apresentam tons de fuligem. O bico é branco com a base roxa e a íris é azulada.

Xaréu

O Xaréu é um peixe muito comum na região nordeste do Brasil. Essa espécie pode ser encontrada também em ilhas offshore, como as ilhas do Caribe (Atlântico), Havaí e Polinésia Francesa (Pacífico) e as Maldivas (Índico). São raros em águas rasas e preferem recifes profundos.

Os peixes Xaréu medem cerca de um metro de comprimento e pesam aproximadamente 18 kg. Sua coloração varia entre o marrom-escuro e o preto. Geralmente, o primeiro espinho da nadadeira dorsal encontra-se sob a pele.

Essa espécie pode viver sozinha ou em cardumes de 30 indivíduos, em média.

Xarelete

O Xarelete é um peixe teleósteo que distribui-se por todo o Oceano Atlântico, do Brasil ao Canadá (oeste) e da Angola até a Grã-Bretanha. Essa espécie é considerada costeira, mas pode ser encontrada também em profundidades de até 100 metros

O Xarelete mede cerca de 40 centímetros de comprimento e pesam até aproximadamente 5 kg. Sua coloração dorsal é verde-azulada.

Essa espécie é um predador de natação rápida que utiliza essa habilidade para caçar pequenos peixes e  crustáceos.

Xuê-Guaçu

O Xuê-guaçu é um sapo nativo das Américas Central e do Sul. Também conhecida como sapo-cururu, essa espécie mede de 10 a 15 centímetros de comprimento e pode pesar até 2,65 kg. Sua pele é seca e com protuberâncias acima dos olhos que vão até o focinho.

O Xuê-guaçu apresenta dimorfismo sexual. As fêmeas geralmente são maiores e possuem coloração amarronzada. Já os machos são mais claros  e menores.

Esse sapo possui grandes glândulas de veneno altamente tóxico. A expectativa de vida dessa espécie na natureza é de 10 a 15 anos, podendo chegar a 20 anos em cativeiro.

Xajá

O Xajá é uma ave anseriforme nativa de regiões da Argentina e da Bolívia e do sul do Brasil. Essa espécie mede cerca de 80 centímetros de comprimento e pesa aproximadamente 4 kg.

Apesar de as fêmeas serem ligeiramente menores que os machos, não há dimorfismo sexual evidente. A plumagem dessa ave é pardo-acinzentada. O pescoço tem uma gola preta realçada por um círculo branco. Suas asas são negras e com uma grande área branca que fica visível durante o voo. A pernas são curtas, fortes e vermelhas, sendo os três dedos da frente unidos por uma membrana interdigital rudimentar.

A alimentação do Xajá inclui folhas de plantas aquáticas, insetos e moluscos. Essa espécie é monogâmica e territorialista. A fêmea bota de 2 a 7 ovos que são incubados por cerca de 45 dias.

Ximango

O Ximango é uma ave de rapina nativa da América do Sul. Essa espécie ocorre no extremo sul do Brasil e em toda a Argentina, Chile, Uruguai e regiões pontuais do Paraguai e da Bolívia.

O Ximango é considerado um animal sedentário e com grande capacidade de adaptação. Habita áreas de vegetação não muito alto e a altitudes inferiores a 1.000 metros.

As fêmeas são um pouco maiores que os machos. Essa ave mede de 37 a 43 centímetros de comprimento e pesa cerca de 300 gramas. A coloração é ocrácea e creme, com uma mancha clara em cada asa. O ventre é amarelado com estrias longitudinais escuras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *