Home / Informações / Características do Falcão

Características do Falcão

As mais de 60 espécies de aves da família Falconidae recebem o nome genérico de Falcão. Eles estão presentes em todos os continentes, exceto na região da Antártida. Regiões de montanhas, penhascos, estepes e desertos compõem o habitat natural dessa ave. Os falcões dificilmente são visto em florestas, pois preferem espaços mais abertos para caçar.

A principal diferença entre os falcões e as demais aves de rapina é o estilo de voo. Enquanto as águias e abutres executam uma técnica de voo planado e os gaviões passeiam pelos céus em acrobacia, os falcões conseguiram evoluir e se especializarem no voo em velocidade facilitado pelas asas pontiagudas e finas.

Atualmente, a ave é considerada o animal mais veloz do mundo. Os falcões são capazes de atingir cerca de 320 km/h.

Olhos de Falcão
Olhos de Falcão

Características

Os facões são aves de rapina de pequeno e médio porte. Os tamanhos das espécies podem variar entre 35 gramas e 1,7 kg, como é o caso do falcãozinho-de-coxa-preta (Microhierax fringillarius) e do falcão-gerifalte (Falco rusticolis).

As asas estreitas e pontiagudas dos falcões permitem que eles cacem suas presas em voo, executando perseguições e mergulhos em alta velocidade. Nas raras espécies que habitam as regiões de florestas, a asa é um pouco mais curta e larga, o que facilita o voo entre a vegetação mais densa.

Falcão Sombra
Falcão Sombra

Nas espécies que vivem em ambientes abertos, a cauda é curta. Mas isso não interfere muito na qualidade do voo. Já nos falcões florestais, a cauda é mais longa, característica que, aliada a asa mais curta e larga, favorece uma aerodinâmica ideal para caçar em meio a emboscadas e executar manobras rápidas.

Por ser a sua principal arma de caça, o bico dos falcões são extremamente fortes, resistentes e de formato curvado. Um fato interessante é que eles possuem algo parecido com um dente na parte superior do bico que é usado para quebrar o pescoço de suas presas.

Os falcões, assim como as outras aves, possuem uma audição bastante apurada. As espécies do gênero Micrastur, por exemplo, possuem pequenos discos faciais que se assemelham aos mesmos presentes nas corujas e que auxiliam na localização de suas presas no interior das florestas.

Características do Falcão
Características do Falcão

Alimentação

O falcão é uma ave ornitófaga. Isso significa que ele se alimenta quase que exclusivamente de outras aves, as quais ele captura facilmente no voo.

As garras dos falcões são muito afiadas. Em grande parte das espécies, os dedos são longos e ideais para capturar presas em voo. Ao contrário das águias e dos gaviões que matam com os pés, os falcões utilizam as garras apenas para segurar a presa. Depois, eles a matam com o bico promovendo o “desconjuntamento” das vértebras.

Essa é uma das mais rápidas aves: o seu mergulho no ar chega a 385 km/h. Em alguns casos, o choque que a presa leva ao ser atingida em pleno voo pelas garras do falcão é suficiente para mata-las instantaneamente.

Falcão Alimentação
Falcão Alimentação

Reprodução

O acasalamento dos falcões ocorre, geralmente, a partir dos dois anos de idade. Algumas espécies com facilidade em reproduzir, como a Falco sparverius, podem procriar com um ano de idade.

Na maioria dos casos, ocorrem duas posturas ao ano, com cerca de três a seis ovos cada uma. O tempo de incubação é de aproximadamente um mês. Normalmente, os ovos são colocados no topo dos penhascos.

A mãe é quem fornece diretamente os primeiros alimentos para os filhotes, mas o macho também colabora na busca por comida. A média de vida dessas aves é de 50 anos.

Falcões brasileiros

Os facões são aves que possuem ampla distribuição territorial. Cerca de 20 espécies podem ser encontradas em território nacional. Os falcões que ocorrem no Brasil podem ser divididos em três subgrupos:

Falcões peregrinos ou verdadeiros

Falcões peregrinos ou verdadeiros
Falcões peregrinos ou verdadeiros

O falcão-peregrino (Falco peregrinus) é um dos representantes desse grupo, que inclui todos os falconídeos que pertencem ao gênero Falco. Suas asas são longas e a cauda é curta, o que lhes garantem uma aerodinâmica preparada para voos rápidos com manobras ágeis.

O Falco peregrinus é uma ave de plumagem cinzento-azulada no dorso e nas asas. Sua cabeça é preta com um bico escuro. Ele mede de 38 a 53 cm de comprimento, com uma envergadura de asas de 89 a 119 cm, pesando de 0,6 a 1,5 kg.

No Brasil essa espécie e muito vista no litoral paulista nos períodos de migração. É comum encontrar esses falcões em torres e no alto de edifícios. Quando eles chegam aos centros urbanos, sua presa favorita é o pombo.

Falcões relógio ou florestais

Falcões relógio ou florestais
Falcões relógio ou florestais

Esse grupo inclui todos os falconídeos pertencentes ao gênero Micrastur. Os falcões desse gênero são oriundos das Américas e apenas ocorrem em regiões de florestas. De asas curtas e caudas longas, essas aves possuem uma aerodinâmica adaptada à caça nas florestas, além de uma excelente audição para localizar suas presas no meio da mata fechada.

O Falcão-relógio (Micrastur semitorquatus) é um forte representante desse grupo. Ele possui cerca de 50 cm de comprimento e sua plumagem é negra nas costas, no pescoço e na cabeça. Suas partes inferiores são brancas.

Além de se alimentar de outras aves, esse animal costumar caçar também pequenos mamíferos e répteis. O Falcão-relógio pode ser encontrado nas Américas Central e do Sul.

Caracaras ou Gavião-de-queimada

Gavião-de-queimada
Gavião-de-queimada

Estão presentes nesse grupo todos os falconídeos da subfamília Caracanine. As espécies deste grupo se diferem dos outros falcões em quase todas as características. São aves de hábitos generalistas, não caçam no ar durante o voo, são lentos e podem se alimentar de presas mortas ou frágeis.

O Gavião-de-queimada (Caracara plancus), que apesar do nome é na verdade um falcão, é um dos representantes desse grupo. Muito parecido com os urubus, ele mede cerca de 60 cm de comprimento e 123 cm de envergadura.

É um caçador oportunista. Esse animal pode caçar lagartos, cobras, roubar filhotes de ninhos de aves e atacar filhotes recém-nascidos de muitos animais, inclusive de mamíferos. Alimenta-se também de carcaça e de alguns frutos. Com ampla distribuição, essa ave ocorre da Argentina até os Estados Unidos. No Brasil, é comumente encontrado nas regiões sudeste e nordeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *