Home / Informações / Peru Selvagem No Brasil

Peru Selvagem No Brasil

Muitas pessoas no Brasil estão acostumadas a comer Peru nas datas comemorativas de final de ano, como no Natal ou Ano Novo. Várias destas pessoas que pensam no Peru como um alimento, nem param para pensar que ele é uma ave e um ser vivo, antes de ir parar nas mesas e ceias.

O Peru doméstico originou-se dos Perus selvagens, que são originários dos Estados Unidos e México. Através de cruzamentos e de trabalhos genéticos conseguiu-se chegar a várias outras raças com características próprias. Estas raças apresentam diferenças não só na mutação de cores, como também no peso de cada espécie.

Existem algumas raças de Perus, como o Beltsville Branco, o Peru Bronze, o Peru de Peito Largo de Bronze , o Holandês Branco, o Bourbon Vermelho, o Narragansett, o Negro de Norfolk e o Ardósia.

As subespécies são o Meleagris Gallopavo Gallopavo, Meleagris Gallopavo Merriami, Meleagris Gallopavo Osceola, Meleagris Gallopavo Silvestris, Meleagris Gallopavo Mexicana, Meleagris Gallopavo Onusta e Meleagris Gallopavo Intermedia. Hoje conheceremos mais sobre os Perus Selvagens.

Os Perus são animais vertebrados da ordem Galliforme. Pertencem à família Phasianidae. O nome científico do Peru Selvagem é Melleagris Gallopavo. Os Perus domesticados costumam ser descendentes dos Perus Selvagens.

Eles são originários da América do Norte, são achados com facilidade em diversas áreas dos Estados Americanos. Também são encontrados em algumas regiões do México.

Do continente Norte Americano eles acabaram sendo levados para outros continentes. Foram introduzidos na Europa, mais precisamente na Alemanha. E na Oceania, na Nova Zelândia.

Em relação às suas preferências de habitat natural, os Perus Selvagens costumam preferir as florestas que contêm lugares abertos como campos, pastos, pântanos sazonais e pomares.

Vamos conhecer mais sobre esta ave? Neste artigo abordaremos sobre os aspectos físicos do Peru Selvagem, as características comportamentais e reprodutivas, também conheceremos uma curiosidade bem interessante. Confira a seguir!

Características Físicas

O Peru Selvagem é uma ave de tamanho grande. Os machos medem cerca de 117 cm e as fêmeas medem cerca de 94 cm. Estas medições referem-se da ponta do bico até a ponta do rabo.

Peru Selvagem Na Beira da Lagoa
Peru Selvagem Na Beira da Lagoa

Em relação ao peso, os machos também são maiores do que as fêmeas. Os machos pesam entre 6,8 kg a 11 kg. As fêmeas pesam entre 3,6 kg a 5,4 kg. Seu peso apresenta variações de acordo com a idade e recursos disponíveis.

Os Perus Selvagens possuem entre 5000 e 6000 penas. Na cauda as penas têm todas o mesmo comprimento nos adultos e comprimentos diferentes nos Perus jovens.

Os adultos têm pernas compridas com penas amarelo-avermelhadas a cinza-esverdeadas e penas primárias com listras brancas. As penas do corpo são de cor preta. Os Perus Selvagens têm uma cauda comprida, de cor escura e em forma de leque. Suas asas reluzentes têm cor bronze.

Os Perus apresentam forte dimorfismo sexual. As penas do macho têm zonas de iridescência verde, violeta, vermelha, dourada e bronze. As fêmeas têm penas em acastanhadas e acinzentadas. Em ambos os sexos a coloração pode perder vivacidade devido à presença de parasitas. A coloração pode servir como indicador da saúde nos machos.

Os machos geralmente possuem um tufo de pelos que na verdade são penas modificadas. São penas grossas que parecem uma barba com comprimento médio de 230mm. As fêmeas também podem apresentar estas penas dependendo à qual população pertence. Mas nas fêmeas elas são mais curtas e menos espessas.

Outra diferença entre as características físicas do macho e da fêmea são as palas carnosas e crista, presente apenas no macho. A pala carnosa localizada no bico do macho expande-se quando ele está excitado. Ela, as carúnculas e a pele nua ficam inchadas e quase tampam os olhos e o bico. Além disso, quando o Peru fica excitado sua cabeça fica azul.

A cabeça dos machos é grande e avermelhada, não possui penas. Eles têm pescoço vermelho e carúnculas vermelhas no pescoço e na cabeça. A cabeça também altera sua cor em momentos de luta, quando eles estão prontos para lutar ela fica vermelha.

Os pés do Peru têm três dedos cada, e os machos têm um esporão na parte posterior de cada perna. Eles apoiam-se em seus pés e pernas e caminham para cumprir suas atividades, como comer e acasalar.

Reprodução Dos Perus

Os Perus Selvagens são polígamos e os machos possuem um modo peculiar de atrair as fêmeas. Eles gorgolejam e abanam o rabo de um lado para o outro. As asas abaixam-se e arrastam-se pelo chão, a parte empena e se ergue. Eles inflam o peito e jogam a cabeça para trás.

O período de namoro entre os Perus Selvagens varia de região para região. As populações sulistas começam namoro em fim de janeiro e populações do norte começam em fim de fevereiro.

Eles criam uma ninhada por estação. Geralmente fazem uma depressão rasa no chão, normalmente cercado por grama densa e topos de árvore caídos que funcionam como seus ninhos.

Cada fêmea põe de 4 a 17 ovos. Mas é mais comum que põem entre 8 a 15 ovos. O período de incubação dura cerca de 25 a 31 dias. Os pintinhos são considerados precoces, eles são capazes de alimentar-se sem a ajuda da mãe dentro de 24 horas após o nascimento.

Os filhotes ficam com a mãe e o pai durante duas estações. Com o pai por todo o outono e com a mãe no começo da primavera. À partir de 10 meses de idade aproximadamente, os filhotes já ficam capazes de procriar. Porém, como competem com os machos mais velhos nem sempre obtêm êxito.

Características Comportamentais

Os Perus Selvagens vivem em torno de 1,3 a 1,6 anos. Possuem hábitos diurnos e não são migratórios. Costumam pastar em campos e bosques no período diurno. Durante a noite empoleiram-se em árvores.

Eles são cautelosos e têm sentidos aguçados, apresentam boa visão e boa audição. Seus gorgolejos podem ser ouvidos a uma distância de até 1,61 quilômetros. Conseguem voar a uma distância curta acima de 88 km/hr e podem correr a 29 km/hr.

Perus Selvagens no Meio da Mata
Perus Selvagens no Meio da Mata

Possuem cerca de 15 vocalizações diferentes reconhecidas pelos biólogos. Uma destas vocalizações é o gorgolejo, utilizado para atrair as fêmeas e repetir outros machos. As outras vocalizações são utilizadas para troca de mensagens e são emitidas por ambos os sexos.

Fato Curioso

O Peru Selvagem é uma das aves mais populares da América do Norte. Ele representa tanto os Estados Unidos que o presidente Benjamin Franklin queria que o Peru Selvagem fosse o símbolo nacional dos Estados Unidos e não a Águia Careca.

Na América do Norte há uma tradição de comer o Peru em ocasiões especiais como o Natal e o Dia de Ação de Graças. Ambas datas muito importantes para todos os americanos. É muito interessante saber que esta ave extraordinária possui uma imagem tão forte que já foi cogitada para ser o símbolo nacional dos Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *