Home / Informações / Pintassilgo do Nordeste Carduelis

Pintassilgo do Nordeste Carduelis

Esta espécie de pintassilgo tem o Nordeste em seu nome por se encontrar no Nordeste do Brasil. O carduelis está em seu nome científico, carduelis yarrellii ou spinus yarrellii. Também é conhecido popularmente nas regiões em que habita ou entre amantes de passeriformes, ou seja, pássaro ou passarinhos, como coroinha pela cor preta nas penas de sua cabeça em contraste com o corpo amarelo, que de fato lembra uma coroa, o que o remete a outra espécie de pintassilgo, o da cabeça preta ou spinus magellanicus.

Pintassilgo do Nordeste
Pintassilgo do Nordeste

O que os diferencia é que o primeiro não apresenta toda a cabeça preta, só parte dela, enquanto o segundo tem tal característica, inclusive em algumas regiões em que habita, como Bahia e Piauí é comum quando criados por criadores, os hibridizarem, ou seja, cruzar uma espécie com a outra a fim de obter características de ambas as aparências.

Outros nomes sob os quais são conhecidos são pintassilgo baiano, como já citado, uma das regiões em que se encontra, ou até customizando o seu nome original, como pintassilva ou até pintassilvio. Além das regiões do Nordeste do Brasil já citadas, habita o estado do Alagoas, Pernambuco e já foram vistos em Goiás também, e também na Venezuela. Atualmente, desde dois mil e doze, se encontram em um estado vulnerável quanto à ameaça de extinção e dentre as regiões onde eram encontrados e já não se encontram mais estão o Ceará, a Paraíba e o Nordeste da Venezuela.

Pintassilgo do Nordeste Carduelis Está Vulnerável A Ameaça De Extinção

Tanto na cultura do Brasil quanto em outros países, amantes de pássaros os criam pela sua beleza e belo canto, seja para apreciação própria, ou para reproduzirem, através de mutações genéticas ou hibridações como hobbie ou para a comercialização.

Facilmente vemos uma casa com um pássaro em uma gaiola ou conhecemos alguma pessoa que os cria. Geralmente é um costume passado de geração para geração entre famílias.

O pintassilgo do Nordeste já pôde ter sido encontrado com muita facilidade pela sua abrangente população nos arredores das regiões do Brasil e capturados através de caça e comércio ilegal, o que certamente levou ao seu estado atual. Desde dois mil e doze, em estado vulnerável, com ameaça de extinção e já não sendo encontrado em regiões que antes era possível vê-lo. Outra possibilidade para este risco são os pesticidas usados em plantações em que habitam, o que não chega nem perto do primeiro dado para chegar a tal situação.

Como Você Deve Criar O Pintassilgo do Nordeste Carduelis

Seria irônico pensar em criar pássaros em gaiolas pela sua beleza física e pelo belo canto mas não pensar no seu estado de preservação da espécie na natureza vivendo de forma livre.

O primordial ao começar a criar um pássaro, é o adquirir através de uma venda consciente e responsável no que diz respeito a sua interferência na natureza através do comércio legalizado que deve ser legalizado pelo IBAMA.

No Brasil, é o instituto que além de regularizar a comercialização e criação, controla o estado da ave silvestre na natureza, prevenindo a sua extinção.

Comércios e criações não legalizadas pelo IBAMA no Brasil são tidos como crime e podem levar a apreensão da ave e gerar multa.

Pintassilgo do Nordeste Características
Pintassilgo do Nordeste Características

Outro ponto a priorizar na criação de aves domesticamente é o seu viveiro, que deve se aproximar ao máximo do seu habitat natural, pensando na sua saúde e bem estar, o que consequentemente interfere até no seu canto.

O canto de um pássaro diz muito se o mesmo se sente satisfeito ou não onde está. Seu viveiro deve ser disposto entre plantações, com ar arejado, protegido do sol e da chuva.

Aves têm o sistema respiratório frágil que requer mais atenção e cuidado.

Sua alimentação também deve se aproximar ao máximo possível do que seria na natureza, o satisfazendo em todos os nutrientes necessários.

Habitat Natural E Alimentação Na Natureza

Os pintassilgos são pássaros adaptáveis e flexíveis quanto ao seu habitat. Se encontram sempre entre plantações abertas, como florestas e outras plantações mais secas. Estas mais compatíveis com a região em que habitam, como o Cerrado e a Caatinga.

Sua alimentação é condizente com o seu habitat natural, são granívoros e se alimentam especialmente de sementes, especialmente das conhecidas plantas flor do eucalipto, bem me quer e mussambê, também retiram suas proteínas de pequenos insetos.

Além de consumirem as sementes como alimentação, tem o papel de as dispersarem na natureza.

Quais As Principais Características Desta Ave

O que mais caracteriza esta espécie de pintassilgo, (parte da sua cabeça preta), está presente somente no macho. Enquanto estão ainda se desenvolvendo até atingir sua maturidade, as penas de sua cabeça se mostram através de pintas pretas. A fêmea e o filhote são mais parecidos, sem a tal mancha.

A aparência em comum são o bico, as pernas e os pés acinzentados, a cauda preta, as asas mescladas entre amarelo e preto, os olhos pretos, e todo o peito e corpo frontal amarelo vivo, que contrasta com a cor preta.

O filhote tem as penas amarelas menos vivas e mais pardas, que vão ganhando cor com a maturidade física.

Pintassilgo do Nordeste Canto
Pintassilgo do Nordeste Canto

Ambos os sexos medem cerca de dez centímetros de comprimento.

Seu canto é considerado fino e espaçoso entre uma pausa e outra. Além do canto específico, curiosamente imitam outros cantos, de outras espécies de pássaros.

É uma espécie monotípica, ou seja, não possuem subespécies como muitas outras espécies de pintassilgos.

Atingem a maturidade sexual aos dez meses de vida. O período reprodutivo anual é longo, de outubro a março do outro ano, o que certamente contribui para a preservação de sua espécie. Podem chegar a ter de duas a quatro reproduções por período reprodutivo e reproduzir de três a cinco filhotes por reprodução.

Pintassilgo do Nordeste Amarelo
Pintassilgo do Nordeste Amarelo

Quando reproduzem, o ninho é construído pela fêmea do casal a pouca altura do solo, dispostos em árvores ou arbustos, em forma de cesta, característica comum de pintassilgos. A base é construída com materiais finos encontrados em seu habitat e forrado com materiais fofos, como penas e pelos.

Finalmente, a incubação dura cerca de treze dias. Após os ovos eclodirem e os filhotes nascerem, são alimentados através de regurgitação pelos pais que revezam a caça do alimento. Pouco tempo depois já são capazes de voar sozinhos mas ainda são mais dependentes da proteção da mãe.

Mais além, se tornam independentes e podem se juntar ao mesmo bando dos pais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *