Home / Informações / Rinoceronte Indiano

Rinoceronte Indiano

Os rinocerontes são da classe dos mamíferos, da família Rinocerontídeos e ordem Perissodáctilos (pés com número ímpar de dedos). O rinoceronte indiano (espécie: Rhinoceros Unicornis) são herbívoros, assim como os demais, e seu nome vem da palavra grega rhino (nariz) e keros (chifre). O rinoceronte indiano tem apenas um chifre, dentes afiados e costuma morder seus inimigos. O chifre é usado para abrir caminho no mato e como uma “arma” para se defender. O chifre é importante tanto para o macho como para a fêmea. O tamanho do chifre é em média 22 cm e feito de queratina. Aqui no blog nós já fizemos um post de curiosidades sobre o rinoceronte africano e explicamos sobre o seu valioso chifre, leia mais no Curiosidades Sobre o Rinoceronte.

Rinoceronte Indiano
Rinoceronte Indiano

Extinção e Superstição

O rinoceronte indiano foi muito caçado e hoje é encontrado nas planícies junto ao Himalaia, e em algumas reservas biológicas de Assam e do Nepal. Há uma superstição envolvendo os poderes medicinais do seu chifre, além disso, acredita-se que ele pode proporcionar juventude eterna. Isso foi um aspecto que contribuiu para a ameaça de extinção da espécie.

Neste ano saiu uma matéria no site da revista Istoé falando da ameaça que esses rinocerontes sofrem dos caçadores ilegais. No parque nacional indiano Kaziranga os guardas florestais saem à noite armados com tochas e fuzis, em busca de caçadores que ameaçam os Rhinoceros Unicornis, maior concentração de rinocerontes indianos. Eles matam os animais, em geral à noite para vender seus chifres a preços elevados, sua pele também é valorizada e usada na confecção de sapatos e escudos. A caça foi acelerada pelos altos preços do chifre na China e Vietnã nos últimos tempos. Segundo a matéria, um chifre pode ser vendido por 100.000 dólares o quilo.

Rinoceronte Indiano Extinção
Rinoceronte Indiano Extinção

Os guardas florestais se queixam da falta de recursos adequados para combater os traficantes, como óculos de visão noturna e fuzis. Uma boa notícia é que na África do Sul já está em vigor um sistema com o DNA dos rinocerontes, na Índia esse sistema já começou a ser implantado, com o intuito de remediar essa situação preocupante.

Espécies de Rinoceronte Indiano, Local de Origem, Tamanho e Peso

Há 5 espécies de rinocerontes no mundo não extintos, considerando o já citado Rinoceronte Indiano da espécie Rhinoceros Unicornis.

Rinoceronte Branco

É o maior rinoceronte e o segundo maior mamífero terrestre, perdendo somente para o elefante. Mede 2 metros de altura e 5 metros de comprimento, tendo 4 toneladas de peso. Ele tem 2 chifres, sendo que um deles mede 1,5 metros. Esse animal vive na África, principalmente em áreas desacampadas. Contudo, estão ameaçados de extinção existindo em todo o mundo somente 8 deles, todo em cativeiro. Em uma tentativa para preservar a espécie foram transferidos do zoológico tcheco para uma reserva na Quenia 4 deles.

Rinoceronte Java

Essa espécie (Rhinocerus Sondaicus) está quase extinto. Vive na Ásia, na Indochina, Nepal, Java, na Malásia, em Sumatra, Assam. Ele mede 3 metros e tem 1 chifre.

Rinoceronte Negro

mede 1,5 metros de altura e tem 2 chifres. Esse animal ataca somente quando ameaçado. Ele vive na África (região sul) e é muito caçado.

Rinoceronte de Sumatra

Essa espécie (Dicerorhinus Sumatrensis) vive na Ásia (Sumatra, Tailândia, Malaca, e Bornéu) e tem 2 chifres. Só existem cerca de 300 desses rinocerontes no mundo. Este último é menor e tem 2 chifres, igual ao rinoceronte africano.

Habitat

O rinoceronte indiano vive na Ásia, em específico nos gramados e florestas abertas do Nepal e nordeste da Índia. Eles são menos agressivos que os seus parentes africanos.

Visão Empobrecida

Os rinocerontes possuem uma visão pobre, mas compensam isso com uma ótima audição. E, também, um excelente olfato.

 Pele Grossa

Esse animal tem uma paquiderme (pele espessa), corpo grande e cabeça pequena. Sua pele é mais grossa que a do elefante. A pele está dividida em grandes placas separadas por sulcos, nas coxas, nos quartos traseiros e na parte de trás. Essas placas consistem em muitas papilas semelhantes, escamas e presas em uma base de tecido flexível. A cauda fica completamente escondida pela placa anal. Sua cor não varia muito ficando entre o cinza escuro e castanho avermelhado. O calor não é o clima preferido desse animal, ele vive melhor junto à água, onde dorme durante o dia e pasta à noite.

 

Predadores

Rinoceronte vs Tigre
Rinoceronte vs Tigre

Seus predadores habituais são os tigres, contudo, geralmente eles atacam apenas as crias desprotegidas. Mas há registros de rinocerontes adultos atacados por eles.  Não podemos esquecer que outra grande ameaça para o rinoceronte é o próprio homem. 🙁

Alimentação do Rinoceronte Indiano

Ele se alimenta de gramas, plantas aquáticas, ramos, folhas. Isso é uma grande curiosidade, pois este animal apesar de muito robusto, se alimenta de plantas.  Os grandões gostam de plantas como galhos tenros, folhas novas e frutos caídos. Em grande parte, os rinocerontes preferem plantas que cresçam em ambientes mais ensolarados, como as clareiras das florestas.

Procriação

Rinoceronte indiano filhote
Rinoceronte indiano filhote

Quando completa 5 ou 7 anos, já é considerado um adulto e passa a viver a sua própria vida. As fêmeas, geralmente, começam os seus ciclos sexuais em torno de cinco anos de idade parindo o seu primogênito entre seis e oito anos. O intervalo entre as sucessivas procriações é de pelo menos, 22 meses, mas pode chegar a variar entre dois e quatro anos.

Os machos atingem a capacidade reprodutiva entre sete e oito anos de idade, mas geralmente não podem produzir até os dez anos. Os testículos do rinoceronte não podem descer para o escroto e pênis, quando retraído desse para trás. As fêmeas têm dois seios localizados entre as duas pernas. Os nascimentos ocorrem em qualquer época do ano, mas no caso dos rinocerontes africanos, é mais provável acontecer entre o final da estação chuvosa e meados de estação seca.

Fotos de Rinoceronte Indiano

Gostou desse artigo? Saiba que todos os dias aqui no blog você encontrará conteúdo atualizado sobre o mundo animal. Sugiro que você deixe logo abaixo a sua opinião, sugestão ou exponha alguma dúvida, nós com certeza leremos todos os comentários e responderemos. Gostaria também que você compartilhasse esse conteúdo com os seus amigos. Ok? Além disso, você pode receber artigos exclusivos no seu e-mail, é só se inscrever em um campo que fica à sua direita na tela.

Aproveite! Até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *